MOSAICOS DE UMA VIDA

Juntando cada peça forma-se o mosaico de minha vida. Tantos sentimentos me envolvem. Sentimentos ruins, outros bons. Saudade de quem se foi para eternidade. Saudade de quem posso ligar para ouvir a voz. Tristeza pelas metas não cumpridas e alegria pelos objetivos alcançados. Gemidos de dor, outros de prazer.

7 de jan de 2018

Quem foi Frida Kahlo?

Recentemente estava dentro do ônibus; bem perto de mim estava um grupo de amigas e, mais afastada, uma moça em pé com um vestido estampando o rosto de Frida Kahlo.

O grupo de amigas logo inicia um diálogo sobre o vestido da moça:

“Tá uma moda roupa com essa mulher da sobrancelha grossa... Negócio feio... Ela não sabe o que é design de sobrancelha” (todas riem). E continuam a conversa sobre design de sobrancelha, sobrancelhas de Henna, etc

Entendo que ninguém é obrigado a saber quem foi Frida, mas referindo-se a ela como “mulher da sobrancelha grossa” me faz pensar que aquelas jovens, assim como tantas outras pessoas desconhecem quem foi de fato aquela mulher.

Frida Kahlo em Mosaico
Então resolvi fazer essa postagem para que leitores/as do blog possam dar sua contribuição, deixando nos comentários algo breve sobre a mulher Frida Kahlo.

Essa peça de mosaico será sorteada entre todas as pessoas que comentarem algo sobre Frida, inclusive eu heheheheeh

P.S. 
1. A entrega do mosaico será feita apenas no Recife, ok
2. Participarão do sorteio os comentários postados até as 12 horas do dia 12/01/2018
3. Cada participante receberá um número de acordo com a ordem que aparece na tela. Neste caso, serão desconsiderados meus comentários (Fafá Barbosa e Mosaicos de uma Vida)
4. O sorteiro será feito pelo método aleatório - random.org

Saiu o resultado... pela ordem de postagem, excluindo a minha, a vencedora foi a número 7 (Samíramis). Parabéns, Sam
Obrigada a todas as pessoas que se divertiram comigo e conheceram um pouco mais sobre Frida . 
cheiros

31 de dez de 2017

Como é grande o meu amor por você!

Desmistificando o preconceito que gira em torno do uso de tatuagens...

Eu tenho tanto pra lhe falar
Mas com palavras não sei dizer 
Como é grande o meu amor por você...

Resolvi iniciar o último texto do ano com essa música porque fala de um sentimento difícil de explicar. O sentimento chamado AMOR. Mais precisamente AMOR de mãe para filha e de filha para mãe...

Era uma vez uma menininha chamada Katharyna. Ainda na educação infantil ela, junto com seus coleguinhas da escola, comemorava o dia das mães cantando essa música de Roberto Carlos...

Eu tenho tanto pra lhe falar
Mas com palavras não sei dizer
Como é grande o meu amor por você...


Ao final da apresentação as mães eram presenteadas com uma rosa vermelha. E como sempre, a mãe de Katharyna, emocionada, recebia a homenagem banhada em lágrimas.

O momento foi repetido algumas vezes, mas um dia Katharyna saiu da educação infantil, cresceu, virou mulher, passou por outros estágios de sua vida, se formou na faculdade e nem por isso o sentimento AMOR de mãe para filha e de filha para mãe chegou ao fim...
Tatuagem em homenagem à mãe

Para eternizar aquele momento vivido na infância, Katharyna tatuou em seu braço a palavra MÃE em sintonia com uma rosa; Homenagem que a remete ao passado de inocência e muito amor. 

Eu tenho tanto pra lhe falar
Mas com palavras não sei dizer 
Como é grande o meu amor por você...